Artes, Pintores, Rembrandt

Sindicato dos Tecelões

“Sindicato dos tecelões” é uma pintura a óleo de 1662 de Rembrandt. Atualmente é propriedade do Rijksmuseum em Amsterdã.  A peça é conhecida como o último grande retrato coletivo do artista. Os homens (com a exceção de Bel, que é um atendente) são inspetores eleitos para avaliar a qualidade do tecido que os tecelões ofereciam para venda aos membros de sua guilda. Seus mandatos de um ano no cargo começavam na Sexta-Feira Santa e eles deveriam realizar suas inspeções três vezes por semana. A palavra holandesa staal significa “amostra” e refere-se às amostras de pano que foram avaliadas. Havia quatro graus de qualidade, o mais alto era indicado pressionando quatro selos e o menor pressionando apenas um. Os homens, que estão avaliando um pedaço de tecido persa são (da esquerda para a direita): Jacob van Loon (1595–1674), Volckert Jansz (1605 ou 1610–1681), Willem van Doeyenburg (ca. 1616–1687) ,Frans Hendricksz Bel (1629–1701), Aernout van der Mye (ca.1625–1681), Jochem de Neve (1629–1681). A guilda que encomendou este retrato a pendurou até o ano de1771.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s